fbpx

O que ler nos rótulos dos alimentos que você compra

Aqueles selos bem coloridos na parte frontal do produto nem sempre dizem a verdade. Já a lista de ingredientes, essa não mente - mas às vezes disfarça, viu?
Depositphotos

Não é porque está escrito light, diet ou mesmo orgânico no pacotinho que o produto que você está colocando no carrinho de supermercado vai ser 100% compatível com seu objetivo de saúde. A nutricionista Dafne Oliveira, de São Paulo, aponta as 3 checagens mais importantes que você deve fazer antes de passar no caixa. Veja como ler os rótulos sem ser enganada:

1) O tamanho da lista de ingredientes

Tem mais nomes ali do que na sua colação de grau? Sinal de que o alimento está recheado de conservantes, corantes e outros aditivos químicos. Melhor devolver para a prateleira e buscar uma alternativa mais enxuta.

Veja também: Por que você deve colocar o amendoim na sua próxima lista de compras

 2) A ordem em que eles aparecem

A regra é: a lista parte do item presente em maior quantidade para o menor. Está comprando pão integral e o primeiro ingrediente mencionado é farinha branca? Foge que é cilada!

Veja também: O que acontece quando você toma água com limão em jejum

3) Os apelidos do açúcar

Se algum desses nomes aparecer logo no começo ou repetidas vezes – glicose (ou glucose), açúcar invertido, melado (ou melaço), sacarose, frutose, maltose, dextrose, maltodextrina e xarope – você ainda está comprando açúcar, acredita?

Reportagem Manuela Biz

 

Quer aprender mais informações como essa?

Baixe grátis o Guia de Alimentação Saudável da Wellness Play!

veja também

Fechar Menu