fbpx

O que comer no lanche pré e pós-treino

Shake, sanduíche, tapioca... você sabe o que é melhor como pré e pós-treino?
Depositphotos

Não são apenas os exercícios e seu esforço que constroem o resultado na academia, viu? O que você come antes e depois do treino é essencial para garantir a perda de peso ou o ganho de massa magra, se um deles for seu objetivo. É claro que o lanche ideal varia de acordo com a meta (emagrecimento, hipertrofia, endurance…), o tipo de treino e a composição corporal. Mas, de modo geral, você consegue fazer escolhas acertadas se seguir algumas orientações básicas. A nutricionista Dafne Oliveira, especialista em nutrição esportiva funcional, dá algumas sugestões:

Pré-treino

Vá de carboidrato. Sem a energia que vem dele, há risco de o sangue ficar com baixa de açúcar, o que deixaria você sem pique para seguir aquele treino HIIT até o final. Além disso, a ausência do glicogênio obriga o corpo a utilizar os músculos como combustível – e o que você quer é que ele use a gordura como gás. 

  • Se você tem tempo (cerca de 1h30) até o início da atividade física: combine uma porção de pão, biscoitos integrais ou frutas com uma proteína leve (ovo, frango, peito de peru) para dar saciedade. 
  • Se você saiu correndo pro treino logo mais: coma apenas o carbo. Em alguns casos, vale até lançar mão de pães e biscoitos feitos com farinha branca, que são absorvidos mais rapidamente.

Veja também: O treino de caneleira da Sabrina Sato para deixar o bumbum durinho

Pós-treino

Você deu o seu melhor no circuito funcional ou na série de musculação. Agora é hora de repor a proteína. Consuma uma fonte do nutriente no máximo 1 hora após o exercício e combine com outra porção de carboidrato para ter energia e matéria-prima para a reconstrução das fibras musculares – elas sofrem lesões durante o treino e é ao repará-las que o músculo cresce. Ideias: vitamina, shake de fruta com whey, sanduíche com queijo e hommus ou tapioca recheada de ovo.

Reportagem Manuela Biz

veja também

Fechar Menu